Jejum Intermitente – Benefícios, Para Que Serve e Como Fazer → 【AQUI】

jejum-para-emagrecer

Entre as dietas usadas para o emagrecimento, sobretudo a perda de grandes volumes de peso, o jejum intermitente é uma das mais populares e, na minha visão, é a mais eficiente para ser utilizada juntamente com a dieta low carb.

Mas, afinal de contas, o jejum intermitente é uma boa ideia para quem quer emagrecer? É uma opção segura? Para responder a essas e outras perguntas envolvendo esse assunto, preparei esse guia absolutamente completo com todas as informações para você. Fique comigo até o final, pois vai valer a pena, combinado?

Vamos lá!

O Que é Jejum Intermitente?

jejum-intermitente-cardapio-para-iniciantes

É um método muito antigo de emagrecimento e seu surgimento vem de nossos ancestrais. Nesse período, era comum que as pessoas passassem longos períodos sem se alimentar, já que havia escassez de produtos, pois a agricultura não era uma prática comum e, muito menos, existia indústrias para produzir alimentos processados.

Ele também é praticado por muitas religiões ao redor do mundo há milhares de anos. O objetivo do jejum religioso não é o emagrecimento, mas indiretamente traz benefícios para quem o faz de forma constante.

Esse método de emagrecimento costuma ter resultados positivos pois, graças aos longos períodos de privação de alimentos, o corpo é obrigado a consumir seus estoques de gordura para obter a energia que precisa para funcionar e, ao mesmo tempo, faz um processo de desintoxicação do organismo.

Quando você entra em jejum por, pelo menos, 12hs, seu corpo começa a consumir as gorduras armazenadas nos tecidos adipócitos, como os braços, pernas, culote e barriga e, com isso, você começa a perda de peso. No entanto, para que o jejum intermitente funcione, é preciso seguir um período correto sem ingerir qualquer tipo de alimento calórico.

Em geral, o período mais comum para fazer jejum é de 12 a 24hs, e pode ser feito tanto diariamente como em apenas alguns dias da semana. Os períodos em que é permitido comer são conhecidos como janelas de alimentação e vamos detalhar isso mais a frente nesse artigo.

No entanto, quando estiver sendo praticado, é permitido apenas que a pessoa consuma líquidos sem calorias, como água, chás naturais e café (sempre sem açúcar).

Jejum Metabólico x Jejum Fisiológico

O Jejum Fisiológico é quando você consome APENAS água, chás naturais e café (sem açúcar) e mais nada além disso. Ou seja, dessa forma você aproveita todos os benefícios do jejum, pois não estará ingerindo calorias.

Já no Jejum Metabólico, além da água, você também pode consumir chás naturais e café (sem açúcar), porém aqui você pode aproveitar esse período do jejum para ter mais energia, foco, concentração e disposição para fazer suas atividades durante o dia. Ou seja, nesse tipo de jejum você pode sim consumir calorias que NÃO ESTIMULEM A INSULINA, como exemplo: água com limão, óleo de coco, óleo TCM e manteiga ghee.

Por aqui, costumo mesclar os 2 tipos de jejum e, quando faço o metabólico, gosto de acrescentar óleo TCM (Triglicerídeos de Cadeia Média), pois ele ajuda seu corpo a entrar em estado de Cetose, fazendo com que você tenha mais energia, foco e disposição, além de usar as gorduras acumuladas como fontes de energia.

PS: Sabe aquela história que lhe contaram de que você precisa de carboidratos para gerar energia? Então, isso é verdade, porém os carboidratos só servem para isso, mas trazem uma série de efeitos colaterais para seu corpo, sendo o principal o excesso de açúcar no seu sangue que se transformam em gordura localizada. No Jejum Intermitente NÃO É RECOMENDADO O CONSUMO DE CARBOIDRATOS PROCESSADOS. Portanto, se você quer seguir uma estratégia de jejum intermitente eficiente, esqueça carboidratos na sua vida, principalmente os processados pela indústria, como pães, pizzas, massas em geral, achocolatados, etc…

Para Que Serve?

como-fazer-jejum-intermitente-para-emagrecer

Para muita gente, o jejum intermitente tem apenas uma finalidade: promover a perda de peso. No entanto, essa prática tem outras finalidades que vão muito além disso. Além do emagrecimento, seu objetivo é também atuar na melhora da imunidade, desintoxicação do organismo e trazer mais disposição, foco, concentração.

Além disso, essa prática promove a autofagia, ou seja, a eliminação de células que acumulam muitas toxinas pelo próprio corpo e provocam, além de doenças, o envelhecimento e morte precoces.

Por isso, quando adotamos o jejum intermitente, nós estaremos limpando nosso organismo das toxinas vindas dos alimentos, como também prolongando nossa vida. Além disso, existe um outro tipo voltado para ganhar massa muscular e falaremos mais sobre ele no final desse artigo. Continue comigo…

Com essa dieta intermitente, é possível se tornar mais produtivo e viver uma vida de qualidade por muito mais tempo. Veja no tópico abaixo por adotar esse jejum é uma boa ideia.

Benefícios da Dieta Intermitente

jejum-intermitente-beneficios

Além de ajudar a perder peso de forma muito eficiente, traz inúmeros benefícios ao corpo, como vamos mostrar abaixo. Confira:

=> Altera a Função Das Células, Genes e Hormônios De Nosso Corpo: A privação de alimento, ele causa uma verdadeira revolução no corpo. Isso porque o funcionamento de todas as células, genes e hormônios mudam completamente.

Como isso é possível?

Vejamos: Ao não nos alimentarmos por longas horas, o corpo precisa mudar seu funcionamento para que consiga obter a energia que precisa para funcionar e ele faz isso através do “consumo” de células de gordura.

Para isso, ele diminui o nível de insulina no sangue e eleva a quantidade de hormônio do crescimento. A nível celular, o funcionamento das células e genes se alteram, para que tudo continue funcionando perfeitamente.

=> Reduz a Quantidade De Insulina: Como você estará consumindo alimentos de verdade com pouco ou nenhum açúcar (ideal), ocorre uma queda drástica na quantidade de insulina produzida pelo corpo. Com isso, ocorre a estimulação da queima de gordura, já que o corpo não precisa lidar com um excesso de açúcar que, mais cedo ou mais tarde, acabaria se depositando nos tecidos adipócitos.

=> Aumenta a Concentração de Hormônio do Crescimento: Ao aumentar a concentração de hormônio do crescimento, o corpo começa a queimar mais gordura, aumentando a massa muscular.

=> Repara as Células: A privação de alimentos por longos períodos promove uma verdadeira faxina nas células, que passam por uma limpeza, graças à retirada de resíduos e toxinas que o consumo frequente de comida porcaria (com excesso de carboidratos) pode trazer.

=> Aumenta a Longevidade: Com a prática desse jejum, o funcionamento de genes e moléculas que tem como função aumentar a longevidade do corpo será alterado. Isso significa que essa dieta protege o corpo do aparecimento de doenças e infecções.

=> Reduz o Peso e Elimina Gordura Abdominal: Aqui está um dos principais benefícios para quem decide adotar o jejum intermitente: a perda de peso.

Muita gente acha que reduzir a quantidade de refeições pode aumentar a fome e depois dar aquela vontade de atacar a geladeira e comer tudo que estiver na frente. Na verdade isso não procede, pois no que chamamos de “janelas de alimentação” você irá ingerir apenas proteínas e gorduras boas que trazem uma excelente saciedade e nos mantém nutridos por muito mais tempo do que, por exemplo, se você comer uma macarronada ou uma lasanha que são puramente carboidratos e, repito, NÃO SÃO RECOMENDADOS para quem faz jejum.

Essa dieta age também nos hormônios, estimulando a queima de gordura, já que aumenta a concentração do hormônio do crescimento e da noradrenalina. Esses dois compostos quebram a gordura corporal em maior quantidade e permitem que o corpo a utilize para a geração de energia, além de reduzirem a quantidade de insulina circulante.

=> Reduz as Chances de Diabetes: Ele é benéfico também para a diminuição das chances de que uma pessoa acabe desenvolvendo o diabetes do tipo 2, o mais comum e normalmente relacionado a uma dieta rica em carboidratos.

Ao deixar de se alimentar por longas horas, os níveis de insulina no organismo, bem como a tolerância do corpo a esse hormônio diminuem consideravelmente, pois os níveis de açúcar são reduzidos, controlando assim a quantidade de glicose e impedindo o aparecimento da doença.

=> Reduz Inflamações: A privação de alimentos pode reduzir a oxidação celular e o aparecimento de inflamações por todo o corpo, prevenindo o envelhecimento precoce e o aparecimento de inúmeras doenças, já que o jejum intermitente controla a quantidade de radicais livres existentes no corpo.

=> Faz Bem ao Coração: Reduz as chances de que apareçam fatores de risco que causam doenças cardíacas, como a hipertensão arterial, o colesterol elevado, triglicérides e inflamações. Por isso, ao controlar esses fatores, o jejum protege o coração de todos esses eventos que poderiam provocar, inclusive, a morte.

=> Renova as células: Jejuar promove uma verdadeira renovação das células, já que retira delas todo o material residual que é tóxico e prejudica seu funcionamento. Algumas células, inclusive, chegam a se consumir (autofagia que já falei anteriormente).

=> Mantém a saúde do cérebro: Garante o bom funcionamento do cérebro e evita enfermidades como o Alzheimer e Parkinson.

Funciona e Emagrece Mesmo?

jejum-intermitente-12h

A privação de alimentos causa uma verdadeira mudança no funcionamento do corpo. Essa mudança obriga o corpo a consumir suas próprias reservas de gordura para que tenha energia necessária para funcionar. Essa queima do tecido adiposo e o aumento do metabolismo faz com que o corpo elimine peso rapidamente sem lhe deixar desnutrido, desde que seja feito da forma correta e esquecendo completamente os carboidratos nesse período.

Por isso, é fundamental consumir alimentos de verdade que falarei a seguir.

Jejum Faz Mal?

A resposta para isso é: depende. Como toda dieta, nem todos irão se adaptar ao jejum intermitente já que precisa deixar os carboidratos ultraprocessados de lado e ficar longos períodos sem se alimentar. Eu sempre digo que é importante se adaptar a dieta low carb antes de iniciar o jejum intermitente. Se você unir a low carb com o jejum, terá todos os benefícios possíveis para ter um corpo saudável.

Por exemplo, mulheres grávidas ou que estejam amamentando não devem adotar esse tipo de jejum, bem como crianças e adolescentes sem acompanhamento médico. Já os portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão podem sim ter muitos benefícios usando o jejum, bastando fazer o acompanhamento de suas taxas de glicose e pressão de forma contínua e manter seu médico de confiança sempre informado sobre isso.

Para as demais pessoas saudáveis, pode sim iniciar o jejum intermitente após se adaptar a low carb, conforme mencionei anteriormente.

Se você tem algum problema sério de saúde, consulte sempre seu médico de confiança para fazer os exames adequados antes de iniciar. Sugiro um médico ortomolecular ou nutrólogo que esteja atualizado com a nova medicina, ou nutricionista de confiança. Só não vai no nutricionista que diz que você pode comer pão sem miolo ou te passa pão integral dizendo que é saudável. Esses aí você pode manter distância, pois se recomendam isso, é porque estão desatualizados.

O Que Comer e Cardápio Recomendado

jejum-intermitente-16h

Para que você tenha o resultado desejado e não seja apenas um esforço inútil, após passar por várias horas sem comer, é preciso ingerir os alimentos adequados durante as janelas de alimentação para realmente nutrir seu corpo.

Por isso, ao voltar a comer, e durante todo o período de jejum, é fundamental consumir bastante líquido, de preferência chá natural (não aquele de supermercado) e água.

Um cálculo simples que você pode fazer da quantidade necessária de água é o consumo de 35ml por Kg de peso corporal.
Ex.: Se você tem um peso corporal de 70Kg, deverá beber 70 x 35 = 2450ml de água = 2,5 litros de água/dia

Durante as refeições, é importante ingerir bastante nutrientes provenientes dos alimentos de verdade, como as carnes em geral (boi, porco, frango, peixes e frutos do mar), gorduras boas (ovos, abacate, óleo de coco, oleaginosas, azeite, azeitona, manteiga ghee) e oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas, macadâmias e pistache). Você também pode incluir algumas verduras e legumes, como brócolis, couve flor e abobrinha. Nesses períodos em que é permitido comer (janelas de alimentação), basta se alimentar de comidade de verdade até sua completa saciedade.

ATENÇÃO: Jamais quebre seu jejum com carboidratos ultraprocessados, como pães, bolos, arroz, macarrão, doces, salgados, biscoitos, alimentados congelados ou enlatados, etc. Eles não contém nutrientes e você poderá ficar desnutrido(a) se consumir apenas isso.

Como Fazer?

jejum-intermitente

Existem diferentes períodos de jejum, onde as refeições e o próprio dia a dia da dieta devem ser feitos de formas diferentes. A partir de agora irei te mostrar como fazer cada tipo da forma correta. Vamos lá!

Jejum Intermitente 12h

Neste tipo de jejum, os períodos sem alimentação são descontados das horas de sono, o que o torna um pouco mais leve do que os demais e o recomendado para começar a acostumar seu corpo.

Desta forma, é possível equilibrar os períodos de jejum de várias maneiras. Por exemplo, suspendendo a alimentação às 20hs de um sábado e comendo novamente apenas às 8hs de domingo. Esse tipo de jejum nós fazemos algumas vezes de forma indireta quando precisamos ficar 12hs de jejum para um exame de sangue.

Jejum Intermitente 16h

Aqui, você passa 16h sem ingerir qualquer alimento calórico. É permitido apenas se alimentar no período restante de 8hs no dia do jejum.

Com essa configuração, a pessoa tem liberdade para fazer de 1 a 3 grandes refeições nos períodos em que tem “autorização” para comer. Durante as janelas é importante consumir apenas alimentos saudáveis, focando em proteínas e gorduras saudáveis conforme já mencionei acima.

Enquanto estiver no período em que não pode se alimentar, é permitido ingerir água, café, chás naturais e outras bebidas SEMPRE SEM AÇÚCAR. Se colocar açúcar, você quebra o jejum e perde os benefícios.

IMPORTANTE: JAMAIS faça jejum com exclusão de líquidos. É imprescindível se hidratar, de preferência, com água e chás. Se ficar sem tomar líquidos, corre-se grande risco de passar mal e ter desidratação extrema. Portanto, NUNCA FAÇA ISSO!

jejum-intermitente-emagrece-mesmo

Existem outros protocolos de jejum intermitente de 24h, 36h e até 1 semana, mas não irei falar a respeito nesse conteúdo, pois esses tipos de jejum mais longos só devem ser feitos com acompanhamento e orientação de um profissional de saúde. Se você não é profissional de saúde, só deve fazer este tipo de jejum se tiver plena consciência e conhecimento da forma correta de executá-lo.

O Jejum Intermitente é, definitivamente, uma das melhores formas de perder peso e, de quebra, ajudar seu corpo a ter mais saúde e queimar gordura de forma mais eficiente e duradoura sem sacrifícios extremos.

Esse é meu método preferido de estilo de vida juntamente com o método Low Carb que é o que focamos aqui neste projeto.

Antes de encerrar, eu lhe pedi para ficar até o final aqui comigo, pois tenho algo importante para te recomendar. Após muitos pedidos, eu criei uma SÉRIE GRATUITA De 4 LIÇÕES onde mostro como dar seu início na Dieta Low Carb para acostumar seu corpo ao baixo consumo de carboidratos para, posteriormente, você começar a utilizar o Jejum Intermitente na sua rotina.

Veja o que você irá aprender nessa série exclusiva em 4 VÍDEO-AULAS:

  • Lição #1: Os 2 Maiores MITOS do Emagrecimento que a mídia e a indústria nos escondem há 6 décadas e que impedem o processo de perda de peso;
  • Lição #2: Os 3 PIORES ALIMENTOS do mundo que são os principais (e reais) responsáveis pelo excesso de gordura corporal e como se livrar deles de uma vez por todas;
  • Lição #3: Como SECAR A BARRIGA usando o Método AME do emagrecimento;
  • Lição #4: Protocolo completo para destravar a QUEIMA DE GORDURA corporal de forma definitiva!

Gostou do conteúdo?

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe suas experiências e seus resultados com o Jejum Intermiten! 😉

Gostou? Compartilhe....

Sobre o autor | Website

Charles Silva é empresário, pesquisador de saúde, nutrição e biohacking. É o fundador do Emagrecer Para Sempre. Compartilha neste projeto as suas experiências práticas de como ter um corpo magro e saudável.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Bianca disse:

    o jejum intermitente parece que é a melhor alternativa do momento pra emagrecer, muita gente tem me falado dele e agora lendo aqui que ele reduz as chances de diabetes, que é uma doença que eu tenho tendencia a desenvolver me motiva muito!! obrigada pela excelente explicação!!